Como pintar parede em 7 passos simples

0
Casal pintando uma parede branca de azul em uma casa que está sendo reformada.

Para transformar a decoração de casa, nada melhor do que modificar as cores das paredes, não é mesmo? Justamente por isso, saber como pintar parede é tão importante, garantindo que o resultado seja esteticamente agradável e tenha uma boa durabilidade.

Se você está precisando pintar a parede da sua casa ou da obra em fase de acabamento, veja quantas dicas e informações nós separamos!

Como pintar parede? 7 passos

Se você tem dúvidas sobre como pintar parede, saiba que não há grandes segredos! No entanto, é preciso seguir algumas orientações e passos básicos, para garantir um efeito adequado.

Passo 1: separe os materiais

Antes de iniciar a pintura, é importante ter todos os materiais que vão ser usados, como:

  • Tintas;
  • Massa corrida;
  • Selador acrílico;
  • Rolos de lã e de espuma;
  • Bandeja para tinta;
  • Lixa de parede;
  • Trincha e pincéis;
  • Espátula;
  • Fita adesiva;
  • Escada;
  • Produtos de limpeza.

Caso existam móveis no ambiente, o ideal seria retirá-los ou, pelo menos, cobri-los. Lembre-se também de forrar o chão, para proteger o revestimento dos respingos de tinta.

Use a fita adesiva para cobrir os batentes das portas e para fazer o acabamento no teto. Você também pode usá-la para marcar até onde a tinta colorida vai, por exemplo.

Lembre-se de retirar os espelhos dos interruptores e tomadas, e de proteger as maçanetas das portas.

Evite fazer a pintura em dias úmidos, porque a secagem será mais lenta. Dias muito secos ou quentes também não são ideais, pois a tinta não irá espalhar corretamente e poderão surgir manchas ao secar.

Se você for pintar uma parede que já possui tinta, poderá usar um pequeno “truque” para descobrir que tipo de produto foi aplicado. Encharque um algodão com álcool e esfregue-o na parede. Se a tinta sair, ela é à base de látex. Se a tinta permanecer intacta, ela é à base de óleo, precisando aplicar um primer antes de dar a primeira demão da nova tinta.

Passo 2: organize a ordem da pintura

Caso você vá pintar um cômodo completo – ou toda a casa – é importante entender qual é a melhor ordem para começar. O ideal é iniciar pintando o teto e, em seguida, passar para as paredes. Na sequência, pintar as portas e as janelas e, por último, os rodapés (se for necessário).

Passo 3: lixe a parede

Antes de iniciar a pintura, lixe a parede para nivelá-la. Isso faz com que os excessos de reboco ou outras imperfeições sejam retiradas, garantindo uma pintura mais uniforme.

As mais recomendadas são as lixas 220 e a 240, que são mais finas – perfeitas para paredes que vão apenas receber uma repintura. Mas, se houver algum desnível ou áreas com rebocos, o recomendável é usar uma lixa mais grossa, como a 80 ou a 100.

Passo 4: aplique o selador

O selador cria uma camada preparatória para a tinta, por isso, é um passo muito importante na pintura. É ele que irá ajudar a regularizar a parede, garantindo que a tinta fixe corretamente na parede, evitando manchas. Ele deve ser aplicado em movimento de sobe e desce nas paredes usando o rolo de lã.

Passo 5: passe a massa corrida

A massa corrida tem a função de nivelar as paredes antes da pintura. Ela ajuda a reduzir, também, o consumo de tinta ao diminuir a porosidade da superfície. Quando terminar a aplicação, deixe secar entre 2 a 3 horas. Se for preciso, lixe novamente.

Passo 6: comece a pintura

Leia as instruções indicadas pelo fabricante na lata de tinta. É importante observar as orientações quanto à diluição e mistura, garantindo que a tinta fique no tom escolhido e uniforme na parede.

Se você for usar mais de um balde de tinta da mesma cor, misture a tinta dos dois em um recipiente. Isso é importante porque podem existir pequenas alterações na tonalidade, dependendo do lote de fabricação.

Para pintar uma parede, o recomendável é usar o rolo de espuma. Para pequenas áreas, cantos e outras partes que o rolo não alcança, deve-se usar o pincel, garantindo um bom acabamento.

Coloque a mistura de tinta na bandeja e faça a aplicação. Na parede, evite encharcar muito o rolo e faça movimentos de vai e vem, para cima e para baixo, até cobrir a parede. Evite ficar mudando de direção com o rolo, para não causar manchas.

Passo 7: aplique a segunda demão

Na maioria dos casos, será preciso aplicar mais uma demão de tinta para garantir um acabamento perfeito. A recomendação é aguardar até 4 horas para que a primeira demão seque e, somente depois, fazer uma nova aplicação.

O movimento deve ser o mesmo da primeira demão, em vai e vem. Atenção especial aos cantos da parede e aos pequenos detalhes de acabamento, que devem ser feitos com o pincel. Aguarde secar.

Nunca mergulhe o rolo diretamente na lata de tinta, pois a espuma irá absorver em excesso e fixará essa tinta extra no seu interior. O resultado será uma pintura bastante irregular.

Para fazer a retirada das fitas adesivas dos cantos, primeiro, “corte” a pintura usando um estilete. Assim, você garante que sairá somente a fita ao ser puxada, mantendo a pintura intacta e sem descascar.

Dúvidas frequentes sobre como pintar parede

Quando o assunto é como pintar parede, o que não faltam são dúvidas. Separamos as mais usuais para lhe ajudar a dominar a pintura. Confira!

O que é preciso para pintar a parede?

Alguns materiais indispensáveis para pintar a parede são: rolo de pintura de espuma ou de lã, selador, trincha, pincel, bandeja de diluição, diluente, materiais para proteger o chão e lixas. Além disso, pode ser necessário usar escadas, estiletes e fita adesiva.

É preciso lixar a parede para pintar?

Sim! Lixar a parede é fundamental para garantir um resultado adequado. O procedimento garante boa aderência da tinta e maior durabilidade. Se você não lixar a superfície, a tinta irá descascar em pouco tempo e as deformações da parede poderão ficar visíveis.

Como essa é uma dica importante sobre como pintar parede, aqui vai um passo a passo para lhe auxiliar:

  • Limpe a parede usando uma vassoura, pano, detergente ou outro material de limpeza;
  • Confira se existem buracos ou furos na parede (se houver, é preciso cobri-los com massa corrida antes de lixar);
  • Se a parede já tem uma pintura, porém com várias irregularidades ou está descascando, retire o excesso de material com uma espátula ou uma lixa mais robusta;
  • Na hora de lixar, faça movimentos circulares para remover o excesso de reboco da pintura antiga.

Qual a tinta ideal para pintar a parede?

Existem várias tintas que podem ser usadas nas paredes. Cada uma delas é mais indicada para determinados ambientes e necessidades específicas. Por isso, é importante pesquisar antes de comprar o material. Contudo, as mais usadas são: a tinta látex ou PVA e a tinta acrílica.

A tinta látex (PVA) oferece secagem mais rápida, é fácil de aplicar e não tem cheiro forte. Ela também possui acabamento fosco, que auxilia a disfarçar as irregularidades da parede. Essa tinta pode ser usada em paredes e tetos de áreas internas, que não precisam de manutenção constante. É uma tinta à base de água que pode ser limpa com pano úmido.

Outra opção é a tinta acrílica. Ela é solúvel em água, está disponível em diferentes acabamentos e pode ser usada em paredes internas e externas. Também funciona bem em áreas úmidas, por ser impermeável. Além disso, oferece secagem rápida, melhor cobertura (chegando na cor desejada com poucas demãos), disfarça as possíveis imperfeições da parede, é fácil de limpar e tem resistência ao mofo.

Quantos litros de tinta usar para pintar uma parede?

Essa resposta depende do tipo de tinta que você estiver usando e do rendimento da marca, que é indicado pelo fabricante na própria lata. Em geral, para cobrir uma área de 750 m² com 2 demãos de tinta acrílica, será preciso uma média de 6 latas de tinta.

Como pintar uma parede rebocada?

Uma parede rebocada precisa de cuidados diferentes no momento da pintura. A primeira etapa é lixar, retirando os excessos. Se você for pintar uma parede interna, poderá aplicar a massa corrida após lixar. Se for uma parede externa, terá que aplicar o selador antes.

Depois, é só seguir os mesmos passos que ensinamos no tópico anterior. Mas, atenção, não é recomendado fazer a pintura em um reboco novo! O ideal é aguardar pelo menos 1 mês para que a parede seque completamente e o cimento termine o seu período de cura.

Inspire-se nas pinturas dos #ClientesMadesa

Siga a Madesa

Gostou das nossas dicas e já sabe como pintar parede? Aproveite e conheça os diferentes tipos de tinta para encontrar o ideal para sua obra ou reforma!

Quer conferir mais dicas como essa? Então, não deixe de nos seguir em nossas redes sociais, como o Facebook e o Instagram. Assim, você não perde as novidades do blog e fica por dentro das promoções da nossa loja oficial!

Banner com fundo preto com os escritos "Black Friday Madesa: cadastre-se e receba descontos" escrito em branco e vermelho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, compartilhe seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui