Como combinar cores: 7 dicas para usar na decoração

0
Pessoa usando uma amostra de cores em tons vermelhos e rosas como exemplo de como combinar cores.

Se tem uma dúvida que persegue os amantes da decoração, com certeza é sobre como combinar cores. Afinal, elas ajudam a deixar os ambientes mais personalizados e cheios de estilo. Porém, a combinação errada pode acabar deixando o cômodo pequeno e sem graça.

Você está sonhando em dar uma repaginada no décor da sua casa ou está montando a decoração do imóvel novo? Não precisa se preocupar, porque criamos este conteúdo completo com todas as dicas de combinação de cores para decorar sua casa como um profissional.

Por que combinar cores?

Na decoração, as cores estão totalmente relacionadas com os sentimentos que desejamos transmitir no ambiente. Além disso, quando você sabe como combinar cores da forma correta, consegue resolver questões do seu espaço, como fazer com que ele pareça mais amplo ou bem iluminado.

Afinal, nada mais gostoso do que chegar em casa e encontrar um ambiente aconchegante e relaxante, que tenha o nosso estilo e personalidade, não é? Ou aproveitar os momentos de folga, descansando no quarto, lendo um bom livro ou assistindo suas séries favoritas.

Para que essas sensações de aconchego, relaxamento e pertencimento, por exemplo, sejam transmitidas, as cores têm papel fundamental, pois são capazes de influenciar nossas sensações.

Então, que tal começar agora mesmo a combinar melhor as cores do seu décor?

Entendendo o círculo cromático

Sete círculos cromáticos, dos quais seis mostram como combinar cores de maneiras diferentes.
O círculo cromático é uma ferramenta que ajuda bastante quem tem dúvidas sobre como combinar cores!

Antes das dicas de como combinar cores propriamente ditas, precisamos explicar um pouco sobre o Círculo Cromático.

O círculo é uma ferramenta muito usada na combinação de cores em geral, não apenas para decoração. Ele representa todas as cores que o nosso olho consegue perceber e é dividido em doze partes, ou seja, doze tonalidades, que são dispostas de maneira a indicar a harmonia entre elas.

O círculo é dividido em:

  • cores primárias: azul ciano, amarelo e vermelho;
  • cores secundárias: cores que surgem a partir da mistura das cores primárias, como verde, roxo e laranja;
  • cores terciárias: nascem da mistura de uma cor primária e uma secundária, por exemplo, o vermelho alaranjado ou o azul esverdeado.

Como combinar cores na decoração?

Combinar cores na decoração não é uma das tarefas mais simples. Porém, existem algumas técnicas que podem lhe ajudar, criando ambientes harmônicos e equilibrados. Vamos a elas?

1. Decoração monocromática

A decoração monocromática é aquela que usa apenas uma cor do Círculo Cromático e suas várias tonalidades para compor um ambiente. Ela proporciona um espaço uniforme e que realça a sensação trazida pela cor escolhida.

Vamos supor que a ideia seja criar um ambiente tranquilo e relaxante. Nesse caso, você poderia usar o azul para sua decoração, com diferentes tons como o azul escuro, azul claro, azul turquesa, azul royal e assim por diante.

2. Cores Análogas

As cores análogas são aquelas que aparecem de forma sequencial no Círculo Cromático. Você pode usar de 2 até 5 tonalidades (embora o mais usual sejam de 2 a 3). Por exemplo, o vermelho, o laranja e o amarelo.

Como resultado, você conseguirá um ambiente com sensação de continuidade e de harmonia. Porém, tome cuidado com a escolha dos tons, já que alguns podem deixar o ambiente pesado.

3. Cores Complementares

Sala de cliente Madesa com paredes rosas e amarelas e móveis pretos, um exemplo claro de como combinar cores complementares.
A @ap.zeroum optou por usar rosa e amarelo, que são cores opostas no círculo cromático. O rack com painel preto ajuda a reforçar o contraste entre as cores.

Essa é a técnica de como combinar cores mais famosa e usada. Basta usar tonalidades que estão em lados opostos no Círculo, como o amarelo e o roxo.

O resultado é um ambiente com cores contrastantes e vivas, que trazem mais energia e profundidade ao seu décor.

4. Tríade ou Harmonia de 60º

É a técnica que consiste na escolha de 3 cores com distâncias iguais no Círculo Cromático. Você fará assim: escolherá uma cor, pulará três e pegará a próxima. Repetirá o processo até ter todos os tons.

Por exemplo: verde, roxo e laranja. O resultado será um ambiente vibrante, com muita cor e contraste, mas ainda assim, bastante harmônico.

5. Combinação de quatro cores ou Harmonia de 90º

A ideia é semelhante a anterior, porém você irá trabalhar com 4 cores formando um retângulo no Círculo Cromático. Então, você deve escolher a primeira cor, pular as duas seguintes, e escolher a próxima, repetindo o processo até finalizar o retângulo.

Usando essa técnica você terá um ambiente extremamente harmonioso, pois você trabalhará com duas cores complementares e uma oposta, criando sincronia e contraste, além de trazer profundidade na dose certa.

6. Harmonia de 120º

Essa é uma das técnicas mais difíceis. Você trabalhará com 6 cores. Assim, basta escolher uma cor inicial, pular uma e pegar a próxima, até finalizar os seis tons.

A combinação é ideal para quem deseja um ambiente bastante colorido e cheio de vida. Mas há uma chance grande de você acabar com uma decoração pesada, caso haja um desequilíbrio entre os tons e a composição.

7. Combinação em fenda

Essa técnica de como combinar cores consiste em escolher uma cor primária e duas complementares. Os dois tons devem estar opostos à cor primária. Por exemplo: violeta, amarelo e verde.

É uma combinação menos intensa que a tríade, porém consegue trazer um contraste leve e interessante.

Quais cores combinam?

Além das dicas que demos sobre como combinar cores, você pode investir em algumas tonalidades que combinam muito bem entre si. Mas é claro que essa escolha dependerá muito do ambiente onde as cores serão usadas.

Cinza, preto e amarelo

A combinação do cinza, preto e amarelo ou apenas do cinza e amarelo é uma ideia interessante para quem deseja um ambiente vibrante e harmônico. Inclusive, a combinação de cinza e amarelo foi eleita a cor de 2021 pela Pantone, estando, portanto, super em alta.

Você pode usar essas três tonalidades em praticamente todos os cômodos da casa, mas é na cozinha que elas ganham ainda mais destaque, especialmente se a ideia é criar um ambiente urbano-industrial.

Branco, preto e cinza

Sala com paredes cinzas e brancas e rack e painel Madesa na cor branca, como exemplo da combinação entre o branco, o cinza e o preto.
A sala do @felipepaulino02 combina a parede cinza com o rack Reims branco.

Para quem deseja uma decoração mais clean e minimalista, o branco, preto e cinza é uma combinação clássica e que não tem erro. Para não ficar muito “frio”, invista em alguns detalhes de cores, como amarelo ou vermelho – por exemplo, nas capas das almofadas ou em uma mesinha central para a sala de estar.

Amarelo e azul

Essa combinação é clássica e ideal para quem deseja ousar, mas sem perder a harmonia. O azul funciona como o tom neutro, que deve ser a base do ambiente, e o amarelo traz otimismo e graça.

Vermelho e branco

Quer ter um ambiente vibrante, mas sem ficar excessivo? O vermelho e branco é excelente para isso – e pode ser usado até mesmo em espaços pequenos. Inclusive, é uma dica bacana para quem quer ousar na cozinha de casa, mas tem receio de o ambiente ficar muito pesado. Você pode fazer a base branca e os detalhes em vermelho.

Como escolher as cores para cozinha?

Já se foi o tempo em que as cozinhas tinham de ser todas brancas ou “clarinhas”! Embora tonalidades neutras e claras ainda sejam as preferidas de muitas pessoas, nada impede que você ouse nesse ambiente.

Sabendo como combinar cores de forma apropriada, você pode trazer um toque de personalidade à cozinha com tons mais vibrantes e cheios de contraste.

Tons vibrantes

Se você tem uma personalidade criativa e adora deixar a sua casa alegre, as cozinhas em tons mais vibrantes são ideais. Caso a sua cozinha seja pequena, use um tom claro e neutro para a base e combine com um ou dois tons mais vibrantes.

Por exemplo o cinza e o amarelo, branco e vermelho, azul royal e amarelo, azul e branco, azul e vermelho, amarelo e branco etc.

Tons neutros

Os tons neutros ainda são os favoritos de muitas pessoas, deixando as cozinhas clean e sofisticadas. Se você prefere ambientes mais clássicos, essas tonalidades são as ideais.

Você pode usar, por exemplo, branco e preto, cinza e branco, preto e cinza, branco e marrom ou ainda o total white (tudo em branco) ou total black (tudo em preto) que são tendências fortes.

Uma tonalidade que tem estado muito em alta para as cozinhas ultimamente é o cinza. A cor deixa os ambientes mais sofisticados e elegantes. Você pode fazer uma cozinha monocromática, toda em diferentes tons de cinza, ou combiná-lo com outras cores, já que ele é neutro.

Candy Colors

Outra possibilidade em alta para cozinhas é o uso das candy colors, que são as tonalidades mais clarinhas das cores, como rosa bebê, azul bebê, amarelo claro e outros, sempre combinados com o branco.

Essas tonalidades são suaves e ótimas para cozinhas pequenas, trazendo um ar romântico e nostálgico.

Não perca nenhuma novidade da Madesa!

Agora que você já aprendeu como combinar cores, que tal conferir outras dicas incríveis de decoração no nosso blog? Ah, e não se esqueça de se inscrever em nossa newsletter para não perder nenhuma promoção da nossa loja!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, compartilhe seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui