Por trás do selo Carbono Zero

0
Mãos de várias pessoas plantando uma muda de árvore na terra.

Conheça o processo que certificou a Madesa como empresa Carbono Zero.

Uma das maiores preocupações mundiais é a intensificação do aquecimento global, que provoca alterações do clima e, consequentemente, aumenta a frequência de eventos climáticos extremos, muito relacionados ao aumento das emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE). 

Atenta a essas urgências do nosso planeta, a Madesa reforça agora, ainda mais, seu compromisso com a sustentabilidade, através da certificação Carbono Zero:

O selo Carbono Zero consiste no princípio da compensação, onde a empresa quantifica suas emissões de gases de efeito estufa e, através do plantio de mudas e outras práticas ambientais sustentáveis, neutraliza esse impacto no meio ambiente. 

Práticas como reflorestamento e a recuperação de matas ciliares e de áreas degradadas agem diretamente na redução da emissão dos gases de efeito estufa, uma vez que as plantas absorvem o CO2 e retornam o oxigênio. Além desse benefício, essas práticas ajudam na manutenção da biodiversidade, contribuindo positivamente para o equilíbrio do ecossistema.

Em 2019, a Madesa recebeu seu primeiro certificado de Neutralização de Carbono e Projeto de Compensação dos Gases de Efeito Estufa (GEE), através do cadastramento do plantio de 1000 mudas de árvores nativas às margens do Arroio Forromeco em Bom Princípios/RS, neutralizando o total de gases emitidos pela empresa naquele ano.

Mão plantando muda de planta na terra como exemplo da Madesa conquistando selo carbono zero.

Desde então, todos os anos a empresa se mantém neutralizando 100% das emissões de carbono e por isso utiliza certificado do Carbono Zero. Conforme a empresa certificadora, “Os Gases de Efeito Estufa (GEE) são contabilizados segundo uma plataforma de dados internacionalmente reconhecida, onde as informações são transformadas em CO2 equivalentes. Para a compensação das emissões da Madesa, desenvolvemos um projeto de silvicultura de espécies nativas seguindo as regras da UNFCCC, que servirão como sumidouro destes subprodutos gasosos oriundos do processo produtivo da empresa.”

Essa preocupação da Madesa é apenas uma das várias providências previstas no Compromisso de sustentabilidade e preocupação com o meio ambiente! Confira a área institucional do nosso blog e assine nossa newsletter para ficar por dentro de mais iniciativas como essa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, compartilhe seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui