Cores para cozinha: aprenda como escolher

0
Foto de itens decorativos, utensílios e temperos em cima de um balcão de cozinha em frente a uma parede azul.

Definir as cores para cozinha é extremamente importante. Afinal, dependendo da tonalidade escolhida, o ambiente pode parecer maior, mais iluminado e também retratar a personalidade dos moradores.

Outro ponto importante é que, dependendo das cores de cozinha selecionadas, é possível despertar sensações, como alegria, bem-estar e acolhimento. Não é bacana?

Se você está em dúvida em relação às cores para pintar a cozinha, veja as  dicas que nós separamos!

Quais são as melhores cores para cozinha?

Não existe uma regra para definir as cores para cozinha. O mais importante é tentar escolher uma tonalidade adequada às características do ambiente, à personalidade dos moradores e ao estilo desejado.

Se você tem uma cozinha pequena, prefira as versões mais claras, que ajudam a trazer uma sensação de amplitude e fazem com que o espaço pareça melhor iluminado, refletindo a luz.

Já as cores quentes, por serem enérgicas, ajudam a estimular o apetite e a comunicação – tudo a ver com a cozinha, não é? Vamos ver em detalhes algumas cores para cozinha.

Cores neutras e claras

As cores neutras e claras são as mais usadas, principalmente nas cozinhas compactas. E o melhor é que elas são bem fáceis de serem combinadas – se você tem uma cozinha americana ou aberta e integrada com a sala, por exemplo, é mais simples conseguir harmonizar as cores dos dois ambientes.

Os armários brancos são escolhas certeiras, que combinam com diferentes ambientes, estilos e personalidades. Quem deseja uma cozinha totalmente clean pode investir em móveis, bancadas e revestimentos brancos, deixando os detalhes para as cores das torneiras e para os eletrodomésticos em inox, por exemplo.

Agora, se você quer uma cozinha mais alegre, pode usar o branco nos armários e uma ou outra porta em tons mais fortes e vibrantes, ou um revestimento estampado na rodabanca.

Uma cozinha clara e neutra, no entanto, não precisa ser apenas branca. Há muitas outras opções como cinza claro, off-white, bege, pérola, etc.

Amarelo

A cozinha amarela é alegre e vibrante, mantendo o ambiente otimista e animado. É ideal para pessoas que têm essa personalidade mais versátil e aberta. A cor, ainda, ajuda na inspiração e contribui para manter um ânimo mais elevado.

Porém, cuidado, porque, em excesso, essa cor pode trazer um toque levemente triste. Nas cozinhas, uma excelente combinação é o cinza com amarelo, principalmente para quem deseja uma cozinha industrial e urbana. Inclusive, essa dupla foi eleita a cor de 2021 pela Pantone.

Essas cores também são fáceis de combinar com diferentes estilos e tamanhos de cozinhas. Nas pequenas, use o cinza claro para a maior parte dos armários – e destaque alguns com o amarelo.

Amadeirado

O amadeirado não é exatamente uma cor, certo? Mas esses tons de madeira estão muito em alta e trazem um toque aconchegante e sofisticado às cozinhas. Outra vantagem é que a madeira é muito versátil, combinando com diferentes cores, estilos e personalidades.

Nas cozinhas pequenas, prefira as cores de madeiras mais claras, com detalhes em tons neutros. Se quiser usar uma madeira mais escura, nesse caso, deixe para os detalhes.

Os tons amadeirados combinam com cimento queimado, mármore, aço e muitos outros materiais. Uma ideia é usar uma bancada de mármore para a pia e outras partes superiores dos armários balcões, ajudando a iluminar as cozinhas, ou uma bancada de outro material, que seja mais claro e iluminado.

Azul

O azul está super em alta e é uma das cores para cozinha mais elegantes, criando ambientes diferenciados. Além disso, é uma tonalidade fácil de combinar. Como as demais cores frias, o azul pode seguir diferentes tonalidades, desde o mais claro até o mais escuro e fechado.

Se for usar os tons de azul marinho, prefira suavizar o restante da cozinha para deixá-la mais leve – e também aposte em um bom projeto de iluminação, especialmente para as bancadas de trabalho.

Em linhas gerais, contudo, o azul não é uma cor que estimula o apetite. Ela pode ser combinada com cores quentes, caso deseje uma cozinha jovial e alegre. Outras cores que podem ser combinadas são: branco, cinza, tons de verde água, preto, detalhes em aço, amadeirados, vermelho, laranja, verde, rosa e amarelo.

Coral

A cozinha coral é uma tendência e cria um ambiente charmoso e bastante delicado. Como é uma tonalidade clara, ela não pesa visualmente e não é difícil de combiná-la.

A cor traz uma atmosfera descontraída, alegre, espontânea e otimista, além de favorecer o bem-estar. Características excelentes para uma cozinha, não é mesmo?

Mesmo as cozinhas compactas podem apostar sem medo nessa tonalidade, combinando-a, principalmente, com os tons neutros, como branco e cinza claro. Mas você poderá usar combinações com inúmeras outras tonalidades, como: cinza escuro, lilás, verde esmeralda, verde petróleo, amadeirado, verde água, roxo, cimento queimado, azul marinho, etc.

Também pode ser usado com revestimentos marmorizados, azulejos decorados com grafismos, revestimentos amadeirados (claro ou escuro) e várias outras tendências.

Preto

O preto é uma das cores para cozinha que está super em alta. Contudo, essa é uma cor que exige mais personalidade. No caso das cozinhas pequenas, o preto também pode aparecer, mas os revestimentos precisam ter cores mais claras e é fundamental investir em um bom projeto de iluminação.

O preto, apesar de ser uma tonalidade escura, é neutra. Isso significa que ela combina com praticamente qualquer outra cor que você queira usar. A dupla clássica preto e branco é atemporal e não tem como errar. Mas, você poderá usar outras tonalidades, como vermelho, amarelo, azul marinho, cinza, inox, amadeirados, dourado, etc.

Essa é a cor de cozinha perfeita para quem deseja um toque impactante e moderno na sua casa.

Verde

O verde é a cor que inspira a calma, a tranquilidade e o bem-estar. Uma tonalidade tendência é o verde menta (aquele mais clarinho e super fácil de combinar). Outra ideia bacana é criar uma cozinha monocromática, com vários tons de verde, dos mais claros aos mais escuros, ideal para quem deseja algo criativo.

Caso queira apostar na tendência da cozinha verde menta, você pode usar qualquer uma das candy colors – e ter um ambiente com inspiração retrô. Outra possibilidade é combinar com revestimentos marmorizados claros, com fundo cinza, azulejo metrô white, revestimentos amadeirados, eletros em inox e cores como cinza escuro, azul marinho ou branco, por exemplo.

Vermelho

O vermelho é uma das cores para cozinha que estimula o apetite. Porém, é fundamental dosar a quantidade dessa tonalidade no ambiente, equilibrando com outros tons mais neutros, criando um espaço agradável.

Se quiser dar um toque de modernidade, a dica é investir no marsala, que é um tipo de vermelho, porém mais fechado, quase próximo ao bordô.

Quem é mais “tímido” e deseja usar o vermelho para trazer um toque de alegria, pode apostar na cor apenas em objetos e utensílios e montar a base da cozinha mais neutra. Mas, se você é mais ousado e ama vermelho, pode usar a tonalidade em bancadas, armários, paredes, pisos e outros pontos mais atrativos.

O vermelho combina com: branco, cinza claro, preto, bege, tons amadeirados e acobreados e aço inox.

Qual é a cor ideal para cozinha?

Já deu para notar que não existe uma cor ideal para cozinha, não é? Tudo dependerá do estilo que você deseja imprimir no ambiente. Mas é importante considerar as características da sua cozinha, usando as tonalidades com sabedoria.

As cozinhas pequenas e pouco iluminadas são as que exigem mais cuidado. Cores mais fortes ou fechadas podem sobrecarregar e fazer com que os espaços pareçam ainda menores, enquanto as tonalidades claras e neutras ajudam a trazer a sensação de que o espaço é mais amplo, refletindo a luz.

Mas, se você gosta de preto ou azul marinho, por exemplo, não precisa abrir mão deles só porque tem uma cozinha pequena. É possível dosar, usando cores como o branco na maior parte e deixar apenas alguns armários (como os de cima da pia ou debaixo dela) nessas tonalidades.

As cozinhas pequenas também podem usar alguns armários com portas espelhadas, que ajudam a trazer essa sensação de profundidade e de que o ambiente é mais iluminado.

Lembre-se de equilibrar o espaço, pensando em revestimentos para pisos, paredes e bancadas que tenham relação com o estilo adotado e com a cor escolhida. Se você deseja dar uma pegada mais moderna, pode usar eletrodomésticos de inox, bancadas de mármore ou torneiras pretas, por exemplo.

Já uma cozinha industrial combina perfeitamente com bancadas e pisos que trazem a sensação do cimento queimado. A madeira é um elemento versátil, aparecendo tanto em cozinhas rústicas como contemporâneas, dependendo das cores e das combinações escolhidas.

Quando for escolher as cores para cozinha, pense em ideias para trazer contraste, pois isso deixará o ambiente mais vivo e cheio de personalidade. Mesmo que você queira usar apenas tons neutros e claros, é possível adicionar detalhes contrastantes como uma porta espelhada, uma bancada de madeira, um revestimento com textura, os eletros em inox e assim por diante.

Fique por dentro dos conteúdos do blog

Depois dessas dicas, ficou mais fácil definir as cores para cozinha, não é? No nosso blog, você encontra muitos outros conteúdos como esse para se inspirar.

Aproveite também para conhecer as inúmeras possibilidades de cozinhas Madesa em nossa loja oficial e transforme seu lar!

Banner com fundo preto com os escritos "Black Friday Madesa: cadastre-se e receba descontos" escrito em branco e vermelho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, compartilhe seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui