Aprenda a usar seu espaço, a nova regra é, OTIMIZAR!

0
Residência pequena, estilo kitnet, com alguns móveis dispostos.

As cidades estão crescendo e os espaços diminuindo cada vez mais, seja em imóveis residenciais ou até mesmo comerciais. Essa situação nos impõe limitações na hora de planejar um ambiente, mas isso não quer dizer que precisamos nos render à paredes brancas e móveis básicos apenas.

Um ambiente, seja do tamanho que for, precisa ser aconchegante, funcional e emanar boas energias à quem convive nele. O segredo está na proporção das coisas e no saber aproveitar os espaços.

Nesse contexto, cômodos pequenos são um desafio e tanto. Exigem abuso de criatividade e dedicação na hora de transformar e já que duas cabeças pensam melhor que uma, reunimos uma seleção de dicas e inspirações que podem lhe ajudar na hora de montar o seu cantinho.

1 – O céu é o limite!

Decorar e organizar não significa somente dispor as coisas no chão. O aproveitamento dos espaços verticais, como parede e até mesmo o telhado, é uma das mais preciosas dicas a se aplicar em ambientes pequenos. Prateleiras, nichos, ganchos e tudo mais que puder ser usado como suporte, é muito bem-vindo.

As plantas não ficam de fora, existem várias maneiras de dispô-las. Penduradas, em prateleiras, no chão ou onde for, além de decorar trazem vida e harmonia para os ambientes.

As texturas em paredes, pinturas geométricas ou até mesmo um simples azulejo rosa, são capazes de agregar personalidade ao ambiente e dar um check no quesito decoração rapidinho.

Nichos, prateleiras, peg boards, estantes, todos esses elementos podem embelezar seu local de trabalho e apagar a palavra bagunça do seu dicionário.

Pendurado também é organizado. Ganchos e racks suspensos são super úteis e dão aquele charme.


2 – Evite acúmulos

Sabe aquela tralha que você nem lembra de onde surgiu? Não precisa guardar. O acúmulo excessivo de objetos acaba ocupando uma coisa que usuários de locais pequenos não tem: espaço. Olhar para todos os seus pertences e fazer uma triagem do que é necessário ou não, é a melhor forma de se organizar. Vire tudo de cabeça para o ar e faça uma limpa criteriosa na sua vida e lar.

3 – Iluminação

Além de não ocuparem quase nada de espaço e serem ótimas para decoração e ambientação, são capazes de provocar sensações tanto de ambiente, quanto emocionais. Possuem uma infinidade de cores, formas e posicionamentos. A luz no fim do túnel, que nesse caso não é tão grande assim.

Letreiros neon, janelas que se transformam conforme iluminação natural e iluminação embutida são algumas das alternativas super possíveis para incrementar pequenos espaços.

4 – Modulados

É FATO! Móveis pensados, para quem vive em um espaço pequeno, são a melhor alternativa, porém, nem sempre a mais viável. É possível adaptar os móveis modulados a sua realidade e é aí que entra a questão de proporção. Por exemplo, de nada adianta ter uma cama king size e o dormitório não à comportar, é preciso planejamento. Outra situação bem característica são as cozinhas. A possibilidade de utilizar módulos nesses cômodos garante mais diversidade e liberdade na disposição dos armários e eletrodomésticos. Uma compra assertiva acaba compensando pois além de garantir um aproveitamento melhor de espaço, alia a funcionalidade do dia a dia.

Gostou dessa matéria? Mais conteúdos como este você encontra aqui, no Blog Madesa e em nossa neswletter, cadastre-se!

Imagens: reprodução Pintrest

  

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, compartilhe seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui