Saiba como as arquitetas Luisa e Mirela renovaram um imóvel antigo investindo da forma certa!

1
Arte gráfica onde aparecem as Arquitetas Luisa e Mirela e também o rack da linha Reims, personagens principais da entrevista.

Confira como as arquitetas Luisa e Mirela renovaram um apartamento aliando design, funcionalidade e bom preço com móveis Madesa.

Com um projeto totalmente voltado a versatilidade e a alternativas mais em conta para o bolso, as arquitetas Luisa Hering e Mirela Dalmás provaram que é possível ter design, funcionalidade e preço na hora de escolher o mobiliário. E além disso, levar em conta as necessidades e gostos dos clientes e também o que o mercado imobiliário procura.

Como começou

Luisa e Mirela foram contratadas para fazer a reforma interna de um apartamento no bairro Bom Fim, região central de Porto Alegre. Contam, que a ideia inicial do imóvel era ser um investimento, destinado especificamente para venda. Sendo assim, o projeto deveria atender não somente as caraterísticas residenciais e tendências de decoração, mas também os requisitos do mercado imobiliário para a garantia de um bom negócio.

Com a demanda em mãos, o primeiro passo foi entrar em contato com imobiliárias da região para entender como estava a procura por imóveis, quem buscava por eles e quais eram os quesitos analisados pelo cliente na hora de escolher. Todas essas informações serviriam de base para a idealização do projeto.

Principais pontos levantados:

  • por ser um imóvel antigo, a idealização do projeto se torna mais desafiadora, exigindo uma repaginação total;
  • a região geográfica do imóvel é muito procurada por jovens estudantes;
  • imóveis mobiliados ou semi-mobiliados são muito mais atrativos do que aqueles que encontram-se sem nenhum tipo de mobília.

A partir dessas informações, as arquitetas começaram a idealizar os espaços.

Projeto finalizado.
Edição: Madesa

Desafios

O primeiro desafio do projeto era a reforma de um imóvel antigo. Falar em reformas em um ambiente assim tende a assustar algumas pessoas pela dificuldade que se tem de ver o potencial através de acabamentos antiquados e em má conservação. Mesmo com essa visão temerosa com que são olhados, é preciso observar, pois esses imóveis são um prato cheio, visto que possuem metragens maiores e estruturas mais robustas do que as construções atuais, o valor de mercado também fica muito mais em conta do que imóveis novos e as possibilidades de transformação são infinitas.

“Temos uma ideia de começar a mudar o pensamento das pessoas, pois já vimos que essa mudança já é uma tendência mundial. As vezes, as pessoas acham que deixar seu espaço legal é jogar dinheiro fora, mas nunca é, pois a nossa casa é o nosso refúgio. Não quer dizer que precise de grandes investimentos, as vezes os detalhes fazem toda a diferença. Trata-se de qualidade de vida também.”
– Luisa e Mirela

O antes da sala de estar do apartamento.
Imagem: A84Studio de Arquitetura
O antes da cozinha do apartamento.
Imagem: A84Studio de Arquitetura

O potencial do imóvel começa a aparecer quando a mente se abre. A entrega ao processo de reforma é essencial para bons resultados e esse processo ficou todo a cargo do estúdio. Embora seja importante desmistificar as histórias a respeito dos imóveis antigos, ainda sim é importante garantir o conforto do cliente quanto ao processo.

Passada toda a sujeira da obra, estava na hora de pensar na decoração. A escolha dos elementos e acabamentos em tons neutros enquadrava-se no foco de investimento e de satisfazer as necessidade e gostos do público jovem, identificado na região. As arquitetas explicam:

“O verde escolhido para a parede era uma cor que estava em alta na época, destaque até em feiras internacionais. São as nuances mais acinzentadas da cor que proporcionam a neutralidade, combinando com os demais elementos do apartamento, que ficaram na paleta de cinzas, brancos e amadeirados.”
– Luisa e Mirela

Assim como os acabamentos, os detalhes também foram muito bem pensados. Itens como o tapete de estampa geométrica e o rejunte escuro aplicado no espaço da cozinha, foram escolhidos para dar ainda mais personalidade e modernidade ao imóvel, que possui traços da tendência escandinava de decoração.

Projeto finalizado.
Imagem: A84Studio de Arquitetura

“O apartamento possui uma identidade forte.”
– Mirela

Escolha dos móveis

Quanto aos móveis, mesmo tendo alguns cômodos com planejados, as arquitetas abriram a possibilidade de incluir peças soltas na mobília e ressaltam uma tendência de comportamento que está se manifestando cada vez mais ao redor do mundo, onde a versatilidade do móvel solto se enquadra.

“Antigamente tinha-se uma percepção diferente do móvel solto, ou ele era uma peça de família que ia ficando ao longo do tempo, ou se tratava de um artigo de design muito caro. Hoje em dia não, as pessoas não estão mais querendo a estática de uma casa toda planejada pois não estão mais assumindo endereços fixos por muito tempo. O móvel dá personalidade e versatilidade.”
– Luisa e Mirela

“Antes o imóvel para investimento era descredibilizado de certo modo, por isso, não era tão importante o cuidado, mas esse cenário está mudando. É um bom momento para investir em imóveis e na reforma deles.”
– Luisa e Mirela

As arquitetas estimam que a soma de preços de todos os móveis soltos que foram utilizados no projeto não foi mais alta do que o valor dos móveis planejados aplicados na cozinha. As mobílias soltas também são uma ótima opção para investimentos em negócios de aluguel por temporadas e uma alternativa fácil para habitantes recém chegados que não possuem muitos contatos na pela região, facilita à eles mesmos fazer as alterações que precisam ou querem. Com isso, concretizado o valor do móvel solto, foi iniciada a procura pelos produtos, onde o design, funcionalidade e preço eram os requisitos essenciais.

“Procurávamos um rack que possuísse mais design e gostamos muito do produto da Madesa, achamos o valor justo pelo tamanho e acomodava tudo o que precisava. Muitas vezes, os móveis mais baratos são somente uma ‘caixa’ e nesse, os materiais e acabamentos combinaram muito bem com a proposta do projeto.”
– Luisa

Projeto finalizado.
Projeto finalizado.

O produto escolhido para o projeto é o rack da linha Reims. Ele possui duas versões de cores, o branco, que foi a escolha das arquitetas e o preto, igualmente elegante e moderno.

Todo investimento possui custos, porém, o projeto apresentado é a prova de que é possível trabalhar com alternativas e recursos mais em conta para o bolso. Todo o trabalho que foi desenvolvido pelas arquitetas foi embasado nas necessidades e gostos dos clientes e também no que o mercado imobiliário procura. Contam que receberam retornos muito positivos sobre esta obra e atribuem o sucesso dela ao trabalho em conjunto que conseguem desempenhar.

“Nenhum projeto é exclusivamente de uma ou de outra, fazemos tudo juntas. Ter essa amizade, é uma vantagem para nós e para o cliente, pois conseguimos trocar muitas ideias, sem receios ou discussões mal intencionadas. Quem sai ganhando, em primeiro lugar, são os nossos clientes.”
– Luisa e Mirela

Arquitetas Luisa Hering e Mirela Dalmás.

Acompanhe o trabalho das arquitetas.

Gostou dessa matéria? Você pode conferir mais conteúdos como este em nosso blog.

Aproveite também e cadastre-se em nossa newsletter para receber dicas e novidades em primeira mão!

O rack do projeto você encontra aqui. Aproveite!!

Imagens Somos Lares

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, compartilhe seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui