MDF ou MDP, entenda cada um!

1
Pedaço de madeira. Imagem remetendo ao assunto.

Atualmente, muitos móveis são produzidos normalmente a partir de duas bases, o MDF e o MDP. Embora passem por processos muito semelhantes de fabricação, cada um destes materiais possui características próprias, definidas ao final de sua produção. Cada um deles se adapta melhor a determinadas situações, sem tirar a qualidade de nenhum dos materiais, visto que ambos possuem resistência comprovada e boa superfície para acabamentos. Além disso, o que se destaca é que ambos são ecológicos, provenientes de florestas renováveis. Para ajudar um pouco mais na hora de escolher seu móvel, conheça as diferenças entre MDF e MDP.

MDF
É um painel formado por fibras de madeira, unidas com uma resina, por meio de pressão. É composto por camadas externas de densidade superior e uma camada de máxima uniformidade, garantindo um excelente acabamento. Seu processo de fabricação torna as placas bem homogêneas, dando versatilidade ao material e possibilitando cortes em diferentes formatos e direções.

MDP
É um painel formado por fragmentos de madeira compactados por resinas, em alta temperatura e pressão que lhe dá uma estrutura composta por 3 camadas, uma mais grossa no centro e 2 finas nas superfícies. Seu processo de produção atribui características que reduzem as possibilidades de empenamento e deixa as chapas mais leves, sem perder resistência e sendo indicadas principalmente para projetos em linha reta ou planos.

Ao contrário do que muitos pensam, o MDP não tem nada a ver com o conhecido aglomerado, que é feito a partir de resíduos como pó ou serragem.

PRINCIPAIS DIFERENÇAS
Agora que você já pode entender um pouco das características físicas e de produção de cada material, veja algumas diferenças de aplicação deles:

MDF

  • Absorve menos a tinta, permitindo pinturas com melhor acabamento;
  • Permite mais variações de cortes em ângulos e fomas;
  • Pode ter sua estrutura levemente danificada, como rachaduras, ao receber parafusos e pregos;
  • Sua maleabilidade pode influenciar na capacidade de receber peso;
  • Pode se deteriorar mais rapidamente em ambientes úmidos, pois é mais suscetível a expansão;
  • Mais resistente a atritos;
  • Custo mais alto que o MDP.

MDP

  • Tem mais capacidade de absorção de tinta, mas ainda sim, mantém um acabamento de pintura de qualidade;
  • Indicado para peças retas e planas;
  • Sua estrutura se adapta bem aos parafusos e pregos;
  • Tem capacidade para receber mais peso que o MDF;
  • Possui mais resistência á ambientes úmidos por conta de suas camadas que ajudam a evitar a corrosão e expansão das peças;
  • Menos resistente a atritos;
  • Melhor custo que o MDF.

Uma curiosidade é que um único móvel pode conter os dois tipos de painéis, que são incorporadas de acordo com sua função, nos devidos lugares. Desta forma, não cabe classificar como um melhor ou pior do que o outro, pois cada um, ao ser usado corretamente, desempenha seu papel para que no final se tenha um ótimo móvel, com qualidade e resistência.

E aí, gostou de saber sobre as diferenças entre MDF e MDP? Você pode conferir mais posts como este no nosso blog!
Aproveite também e conheça mais sobre os móveis da Madesa.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, compartilhe seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui