Na hora de comprar um móvel, uma das coisas mais importantes é saber as informações principais sobre o material que foi usado na produção. Atualmente, a maioria dos móveis são fabricados a partir de dois materiais diferentes: MDP ou MDF.

Embora passem por processos muito semelhantes de fabricação, cada um deles possui características próprias e se adaptam melhor a certos ambientes – porém, ambos são muito resistentes e excelentes para receber acabamentos.

Além disso, os dois materiais são ecologicamente corretos, pois são feitos a partir da madeira das árvores de florestas renováveis.

Quer saber qual o material ideal para a sua necessidade? Se a resposta foi sim, fique tranquilo que Madesa preparou um guia completo para ajudar você!

Afinal, o que é o MDF?

MDF é uma sigla para Medium Density Fiberboard, que em português significa placa de fibra de média densidade. Esse material é caracterizado como um painel formado por fibras de madeira, unidas com uma resina por meio de pressão.

O MDF é composto por camadas externas de densidade superior e uma camada de máxima uniformidade, garantindo um excelente acabamento. Seu processo de fabricação torna as placas bem homogêneas, dando versatilidade ao material e possibilitando cortes em diferentes formatos e direções.

O que é MDP?

MDP, por sua vez, significa Medium Density Particleboard (aglomerado de média densidade). É um painel formado por pequenos fragmentos de madeira com resina compactada em alta temperatura e pressão.

Esse processo de fabricação dá ao MDP uma estrutura composta por três camadas, uma mais grossa no centro e duas mais finas na superfície. Isso deixa as chapas mais leves, sem perder a resistência.

Ah, e ao contrário do que muitos pensam, o MDP não é a mesma coisa que o conhecido aglomerado, que é feito a partir de resíduos mais finos, como pó ou serragem.

O MDP, por sua vez, significa Medium Density Particleboard (aglomerado de média densidade). É um painel formado por pequenos fragmentos de madeira com resina compactada em alta temperatura e pressão.

Esse processo de fabricação dá ao MDP uma estrutura composta por três camadas, uma mais grossa no centro e duas mais finas na superfície. Isso deixa as chapas mais leves, sem perder a resistência.

Ah, e ao contrário do que muitos pensam, o MDP não é a mesma coisa que o conhecido aglomerado, que é feito a partir de resíduos mais finos, como pó ou serragem.

E agora, MDP ou MDF?

Como vimos anteriormente, a principal diferença entre MDP e MDF é o processo de fabricação – o primeiro usa fibras de madeira, já o segundo é produzido com pequenas partículas. Por isso, esses materiais têm características próprias e servem a propósitos distintos.

Uma das principais diferenças para se levar em consideração na escolha entre MDP ou MDF é o tipo de corte que é feito na chapa. Sabe por quê?

O MDP é indicado para peças retas e planas, enquanto o MDF é mais versátil nesse quesito, e funciona bem em diferentes ângulos e formas.

O MDF pode sofrer danos quando recebe parafusos e pregos e é menos resistente ao peso, já que é um material mais maleável. O MDP, por sua vez, é mais indicado para a fixação de parafusos e pregos e pode receber mais peso.

Já quando o assunto é acabamento, o MDF sai na frente: isto porque absorve menos tinta. Mesmo ficando em segundo lugar, o MDP também permite uma pintura de qualidade. 

O MDF também costuma ser mais caro e mais resistente a atritos, mas não funciona tão bem quanto o MDP em ambientes úmidos. Por isso, tenha sempre em mente a funcionalidade desejada.

Assim, não cabe classificar qual é o mais indicado, pois cada um, ao ser usado corretamente, desempenha seu papel para que, no final, seja possível ter um ótimo móvel, com qualidade e resistência. 

Dúvidas frequentes sobre MDP ou MDF

Ainda está em dúvida se o material mais indicado para seu projeto ou móvel é MDP ou MDF? Separamos mais algumas dicas para ajudá-lo a escolher!

Qual o melhor material para fazer móveis planejados?

Tudo depende do móvel e do ambiente em que ele ficará. Um único móvel não é necessariamente feito só com MDP ou MDF. É possível usar os dois materiais no mesmo produto, incorporando cada um deles nos lugares mais adequados de acordo com suas características.

Qual o melhor material para cozinha: MDP ou MDF?

Como usamos bastante água no nosso dia a dia na cozinha, o MDP é o mais indicado se você precisa de mais durabilidade e resistência contra a umidade. 

Já se você busca um acabamento com um pouco mais de qualidade para sua cozinha, aposte no MDF.

Como conservar MDF e MDP?

No geral, evite expor seu móvel à luz do sol e não coloque mais peso do que ele suporta. Também é importante proteger o MDF ou MDP da água e usar produtos de limpeza que não comprometam o acabamento e a resistência do móvel.

Conheça a Madesa

E aí, já sabe qual é o melhor material para a sua cozinha? MDP ou MDF? Você pode tirar muitas outras dúvidas como essa com os conteúdos do nosso Blog

Aproveite também para nos seguir no Instagram e no Facebook e não perder nenhuma promoção exclusiva da nossa Loja Oficial.